quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

"Preserve o planeta, compre um Rolex".

No vídeo o engenheiro, empreendedor, ambientalista e inventor Saul Griffith explica o motivo pelo qual, em termos de consumo energético, é melhor comprar um único produto de ótima qualidade uma só vez, que tantos de pior qualidade durante a vida. É provocador o título, mas "Preserve o planeta, compre um Rolex" diz exatamente isto: compramos muita porcaria, fazemos muito lixo, gastamos energia demais fazendo coisas de qualidade duvidosa, de curta meia-vida, de duração efêmera (se alguém duvida, vá dar uma passeada na 25 de Março em S. Paulo). Então, ao invés de 500 reloginhos, compre algo que vá durar toda a sua vida, quem sabe algumas gerações. Me lembro da época das Olimpíadas na China onde mostraram um imenso shopping center de quinquilharias onde um pacote com 100 relógios custava como R$5,00.
Falando de suas próprias necessidades ele afirma que não basta somente mudarmos para alternativas energéticas mais limpas e eficazes, mas é necessário reduzir o consumo para evitar uma catástrofe ambiental. Nada de novo para quem frequenta o clube dos 3Rs (reduzir, reusar, reciclar).



Aí a gente cai em um dilema: social x ambiental, e embora cedo ou tarde este embate vá ocorrer de todas as maneiras, ninguém quer sentir na pele.
Explico: em um mundo movido a consumo, a economia depende deste imenso ciclo de produção e venda, de uma oferta sem fim de gadgets. O emprego e a renda das famílias depende de quanto se põe neste ciclo de compra sem fim. Nem precisa ir muito longe, basta olhar em torno depois da anunciação da "crise econômica" e ver quantos empregos formais e não foram para o ralo e quanto da renda familiar não ficou comprometida.
Então para manter a situação atual da economia a gente adia para a geração que vem todas as mazelas. A fome, a carestia a miséria em massa. E injeta no mercado rios de dinheiro público sem nenhum compromisso com a sustentabilidade.
Talvez a solução esteja mesmo na redução da população global, mas este também é um outro ponto dolente, pois ninguém quer ter uma ingerência na sua vida pessoal e familiar.

Para saber mais:

O vídeo completo se encontra no FORATV e dura 1h40' aproximadamente.
http://fora.tv/2009/01/16/Saul_Griffith_Climate_Change_Recalculated

BIOGRAFIA:
Dr. Saul Griffith has multiple degrees in materials science and mechanical engineering and completed his PhD in Programmable Assembly and Self Replicating machines at MIT. He is the co-founder of numerous companies including: Low Cost Eyeglasses, Squid Labs, Potenco, Instructables.com, "HowToons" and Makani Power. Saul has been awarded numerous awards for invention including the National Inventors Hall of Fame, Collegiate Inventor's award, and the Lemelson-MIT Student prize. A large focus of Griffith's research efforts are in minimum and constrained energy surfaces for novel manufacturing techniques and other applications. Griffith holds multiple patents and patents pending in textiles, optics, nanotechnology, and energy production. Griffith co-authors children's comic books called "HowToons" about building your own science and engineering gadgets with Nick Dragotta and Joost Bonsen. Griffith is a technical advisor to Make magazine and Popular Mechanics. Saul is a columnist and contributor to Make and Craft magazines.

2 comentários:

SS396 disse...

Fiz a minha parte. Acabei de comprar um Rolex Day-Date de ouro rosa.

Sandra Goraieb disse...

Puxa, que sorte a sua ter a chance de poder fazer a sua parte :). Espero que tenha sido com nota. Mesmo sem ser Rolex, uso meu Technos faz quinze anos e enquanto andar, vou ficar só com ele mesmo.