domingo, 11 de janeiro de 2009

Prazer em conhecer: Margherita Hack!

Todo mundo tem gente que gostaria de encontrar na vida, poder conhecer, frequentar, ou pelo menos tomar um café e bater um papinho. Tem gente que a gente queria ir em uma palestra, fazer umas perguntas (sem medo de parecer idiota, of course).
Eu tenho algumas delas. Tive oportunidade de conhecer outras tantas, e mesmo por um pequeno fragmento de tempo, você tem a certeza de estar diante de alguém fora do comum.
Já citei aqui a Prof.a Dra. Levi Montalcini. Eu não a encontrei, pena...
Mas ela não é a única cientista italiana da minha lista. Existe uma outra que sou fã de carteirinha. É uma astrofísica: a Prof.a Dra. Margherita Hack.
Esta é uma pessoa que gostaria de conhecer na vida. Uma pessoa de cérebro privilegiado, que fala dos meandros da física com aquela leveza e de forma tão didática que até a matéria obscura parece uma coisa inteligível. Mesmo para quem nunca tratou destes assuntos. É mais capaz didaticamente que o próprio Prof. (Dr.) Zichichi, outro grande cientista, ex-presidente do CERN.
Me maravilha o dom de certas pessoas de serem capazes de transmitir conceitos complexos de forma tão clara. Não é para todo mundo.
A Dr.a Hack nasceu em Firenze (Florença) em 12 de junho de 1922 e se laureou em Física em 1945, lecionou em Trieste e participou de inúmeras agências e institutos avançados em astrofísica. Publicou mais de 250 artigos originais em diversas revistas de relevância. Ouvir-la falar do que mais gosta, ou seja, do Universo, de suas leis, da matéria é uma experiência.
Quem sabe um dia destes...

(No Il Messaggero de Roma a palestra que ela fará dia 15, em italiano:
http://www.ilmessaggero.it/articolo.php?id=41329&sez=HOME_SCIENZA)

3 comentários:

Morrocoy disse...

Como sempre, seu blog é uma maravilhosa fonte de informações. Acabo de ler o artigo sobre ftalatos, e fiquei boquiaberta. Que engraçado, na hora de vender produtos ou de produzir todo tipo de substâncias ninguém apresenta para o cliente (o cliente sempre tem razão, ou não?) se em troca do produto admite ser contaminado, ou ter seu meio contaminado, ou sequer há informação clara sobre as consequencias... né? Muito triste até onde chega a ganância e a despreocupação.

╰☆╮F®ÅNciєℓyღ εїз* disse...

Nossa San que coisa!
E vêm cá... existe alguma coisa dela para iniciante que vc possa me indicar???
Maravilha, vou procurar sobre ela! hehe
Bjão
F.

Sandra Goraieb disse...

Mari, se eu te dissesse que a maioria não está nem aí, você acreditaria? Você acreditaria que as pessoas preferem uma mentira que elas queiram ouvir a uma verdade incômoda? Eu tenho uma certa experiência nisso. Venho tentando um trabalho de conscientização, de educação do consumidor, mas tem horas que você tem vontade de desistir pela falta de interesse total das pessoas.
Fran, te mandei uma e-mail a respeito da Dr.a Hack. Certos lados dela vão ser conflituais para você, mas quando se trata de astrofísica a mulher é um show! Pode crer!