terça-feira, 27 de maio de 2008

um dia assim...

Hoje acordei num dia daqueles que você pensa deveria ter sido saltado no calendário. Já logo cedo fui colher sangue e eu sou o horror dos laboratórios de modo geral. "Ruim de veia" é pouco para mim. Isto acrescido ao fato de ser médica, anestesista, intensivista, cria um clima de intimidação nas pessoas e lá pela 5º punção frustrada as técnicas do laboratório já querem desaparecer da sua frente.
Mas não é este o motivo desta "bola na goela". Muitas coisas têm acontecido ultimamente, muitas angústias. Sem falar da hemicrania e da sinusite já eternizada em uma dor de cabeça que não passa.
Então a gente fica pensando e remoendo problemas e se esquece das coisas reais, das coisas verdadeiras, daquilo que vai fazer ter valido a pena ter existido sobre este planeta.
Coisas como o cheirinho da sua pele quando me aperta em seu abraço e me diz: "te amo mamãe, fique feliz!" E tudo parece que por um segundo fica perfeito.

Um comentário:

Thais disse...

Quelindo seu texto!
me emocionei
beijos
Thais

*ah, também não gosto decolher sangue

http://comereumbarato.com.br