terça-feira, 16 de junho de 2009

Mais uma sobre o Bisfenol A

Muitos artigos na literatura indicavam a toxicidade do Bisfenol A (BPA) sobre o aparato reprodutor feminino, mas faltavam evidências de efeitos carcinogênicos do BPA neste caso, uma vez que os estudos disponíveis diziam respeito apenas às mamas e à próstata. No entanto uma nova pesquisa de cientistas do NIEHS (National Institute of Environmental Health Sciences, National Institute of Health) capitaneada pela Dr.a Retha Newbold, indica que a exposição a baixas doses de BPA (em camundongos) pode causar alterações potencialmente carcinogênicas nos tecidos do aparelho reprodutor feminino.
As autoras usaram baixas doses de BPA (0,1, 1, 10, 100 ou 1000 microgramas/kg/dia) consideradas dentro de padrões ambientalmente relevantes na janela entre os dia 9 e 16 da gestação e observaram os filhotes na fase adulta tardia (16-18 meses) avaliando seus orgãos reprodutores.
As autoras observaram a incidência de cistos ovarianos benignos foi de 67% naqueles que receberam doses de 1 micrograma/kg/dia e naqueles expostos a doses maiores apresentaram lesões ovarianas mais severas como cistoadenomas, ausentes no grupo controle. Foram também observadas metaplasia esquamosa do Utero, remanescência proeminente mesonéfrica (Wolff), e adenose vaginal, embora não estatísticamente significativa. Outras patologias presentes no grupo tratado com BPA incluiram hiperplasia atípica e polipos estromais uterinos, sarcona de cérvix, e adenocarcinoma mamário que não foram observadas no grupo controle.

Para ler mais:

Retha R. Newbold, Wendy N. Jefferson, and Elizabeth Padilla-Banks
Prenatal Exposure to Bisphenol A at Environmentally Relevant Doses Adversely Affects the Murine Female Reproductive Tract Later in Life.
Environmental Health Perspectives Volume 117, Number 6, June 2009
O artigo em pdf está disponível gratuitamente em:
http://www.ehponline.org/members/2009/0800045/0800045.pdf

2 comentários:

falamedico disse...

FENAM lança plano de carreira para os médicos de todo o país

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) lança nesta quarta-feira, 03/06, o Plano-modelo de Cargos, Carreiras e Vencimentos para todos os estados do país, o PCCV, exclusivo para os médicos, no Sistema Único de Saúde (SUS). O plano, uma das bandeiras de luta mais importantes da categoria médica, foi elaborado sob consultoria da Fundação Getúlio Vargas, com a participação, além da FENAM, da Associação Médica Brasileira e do Conselho Federal de Medicina.

Confira no portal FENAM:
http://portal.fenam2.org.br/portal/showData/385658

Susana Nunes disse...

É impressionante o poder dos lobbies. Pelos vistos não basta estar mais do que provado o perigo do bisfenol para que todos os biberões que o contenham sejam retirados do mercado e a sua venda interdita!